Banco Central dos Estados Unidos volta a aumentar a taxa de juros

Internacional

O Federal Reserve dos Estados Unidos (Fed), equivalente ao Banco Central no Brasil, aumentou nesta quarta-feira (15) a taxa de juros de referência do país pela segunda vez em três meses, com uma margem entre 0,75% e 1%. As informações são da agência de notícias alemã DPA.

Em comunicado divulgado na sua página na internet, o órgão informou que a decisão leva em conta as condições do mercado de trabalho e o comportamento dos preços nos Estados Unidos. “Em vista das condições de mercado de trabalho e inflação esperadas, o comitê decidiu elevar o intervalo para a taxa de juros federal de 0,75% para 1%”, destaca o texto.

*Com informações da DPA