Estado Islâmico reivindica autoria de atentado contra igreja no Paquistão

Internacional

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do atentado cometido neste domingo (17) contra uma igreja metodista na cidade de Quetta, no oeste do Paquistão, que causou a morte de pelo menos nove pessoas e deixou outras 30 feridas. As informações são da Agência EFE.

Em comunicado divulgado na rede social Telegram, o EI afirmou que o atentado foi cometido por dois “mártires” do grupo, identificados como Tayyip al Jarasani e Yalibib al Jarasani, que levavam coletes explosivos, armas e bombas.

Segundo a versão do EI, um dos terroristas detonou o colete com explosivos no meio de um grupo de “cruzados”, enquanto o outro morreu em confronto com as forças de segurança paquistaneses.

O Paquistão é um país de maioria muçulmana sunita, onde os cristãos são menos de 4 milhões em uma população de quase 200 milhões de habitantes.