Incêndios na Califórnia já deixaram 35 mortos e 100 mil desalojados

Internacional

Milhares de pessoas tiveram que fugir neste sábado (14) de suas casas no norte do estado da Califórnia (Estados Unidos), onde devastadores incêndios já deixaram 35 mortos e 100 mil pessoas desalojadas, segundo os últimos dados do Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios do estado. As informações são da Agência EFE.

O departamento elevou para 35 o número de mortos, mas advertiu que pode informar mais vítimas durante os próximos dias porque os serviços de emergência ainda não conseguiram acessar algumas das zonas queimadas, onde temem encontrar mais corpos.

Em sua conta do Twitter, o Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios avisou de novas ordens de evacuação para os bairros do nordeste de Santa Rosa, uma cidade de 175 mil habitantes que se encontra a cerca de 80 quilômetros de San Francisco.

Boa parte de Santa Rosa, no condado de Sonoma, já tinha sido evacuada no domingo passado, quando começaram os incêndios.

Dois dos condados mais afetados são os de Napa e Sonoma, o coração da região vinícola que faz a Califórnia famosa e onde o fogo transformou em cinzas restaurantes, vinhedos, adegas, albergues e até hotéis de luxo onde os turistas se hospedavam nos seus percursos pela região.

Cerca de 5,7 mil casas e negócios foram destruídos pelos incêndios que já arrasaram 86 mil hectares, uma área maior que a cidade de Nova York.

Segundo o Departamento Florestal e de Proteção contra Incêndios do estado, 15 focos continuam ativos, um número menor que o dos últimos dias porque os incêndios foram se unindo e agora são combatidos como um único incidente.

Mulher observa restos de uma casa destruída por incêndios em Napa, na Califórnia
Mulher observa restos de uma casa destruída por incêndios em Napa, na Califórnia Reuters/Jim Urquhart/Direitos Reservados 

O governador da Califórnia, Jerry Brown, que hoje visitará as zonas afetadas, considerou que os incêndios dos últimos dias são dos “piores” já sofridos pelo estado tanto em termos de vítimas como em danos materiais.

Nos últimos anos, a Califórnia sofreu vários incêndios com consequências graves, como o ocorrido em 2003 em Cedar, no condado de San Diego, que destruiu mais de 2,8 mil casas, e o de 2007, que destruiu 1,6 mil casas no mesmo condado.

Ambos ocorreram em outubro, mês que costuma concentrar os incêndios na Califórnia devido aos “ventos do diabo”, como são conhecidas as rajadas de ar que, junto às altas temperaturas e o ressecamento da vegetação, permitem a expansão rápida do fogo.